terça-feira, 8 de setembro de 2009

Porque Deus às vezes permite que satanás nos toque.


Preletor: Pr. Jean Porto
Ref.: I Jo 5.18; Jó 1.6-22
Tema: Porque Deus às vezes permite que satanás nos toque.

No primeiro texto, lemos que o maligno não toca naquele que é nascido de Deus. Mas no segundo texto vemos o inimigo tocando na vida de alguém que não era qualquer um. Jó era alguém que Deus elogiava com sendo íntegro, reto, temente a Deus e que se desviava do mal.

Querendo ou não, nos surge um questionamento teológico. Será que há aqui uma contradição? Nós sabemos que isso é impossível, porque a Bíblia é perfeita e nunca se contradiz. Como então podemos entender estes dois textos? A Bíblia é um livro revelado e para entendê-lo precisamos da revelação do Espírito Santo.

Se a Bíblia diz que o mal não te toca, é porque o mal não te toca mesmo. Descanse. Se a Bíblia está dizendo, pode acreditar. Há pelo menos 5 razões porque o maligno não nos toca:

1- Porque temos Deus como nosso verdadeiro guarda costas.
Ele nos guarda a todo o momento, guarda a nossa entrada e a nossa saída. Aquele que nos guarda não dorme e nem cochila.

"O SENHOR guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre." ( Sl 121.8)
"Os que confiam no SENHOR serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre." (Sl 125.1)
"Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará." (Sl 91.1)
"Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?" (Rm 8.31)
2- Porque temos Cristo como nosso verdadeiro intercessor.
Jesus é o Leão da tribo de Judá. Quando Ele ruge, o leão com letra minúscula que anda ao nosso derredor, buscando a quem possa tragar, tem que sair. Jesus é o mais Valente, que amarra o valente e o expulsa da casa dos justos. É Ele quem roga ao Pai por nós.
3- Porque temos em nós o Espírito Santo de Deus.
O Espírito Santo intercede por nós com gemidos inexprimíveis e o maligno não nos toca.
4- Porque há milhares e milhares de anjos ao nosso redor, nos guardando.
5- Porque nós temos promessas de Deus em nossas vidas.
E não morreremos até que essas promessas se cumpram.
Mas então por que o inimigo tocou em Jó? A verdade é que ele só tocou em Jó porque Deus permitiu.
Por que Deus permite às vezes o inimigo nos tocar?
Todas as vezes que Deus permite o inimigo nos tocar, nunca é para que sejamos derrotados. Mas é para o diabo ser derrotado e envergonhado, para sermos abundantemente abençoados e para que Deus seja glorificado através de nossas vidas.

Observando o texto de Jó, vemos que satanás, para Deus, chega a ser mais obediente, para Deus, do que muitos de nós. Muitos crentes desobedecem a Deus, mas quando o Senhor manda uma palavra soberana para satanás, ele tem que obedecer instantaneamente.

No capítulo 1 de Jó, ele pede permissão a Deus para tocar em Jó. Se Deus não tivesse permitido, ele não tocaria. No capítulo 2 ele pede permissão novamente e se Deus não tivesse permitido, ele não tocaria em Jó. E ele só tocou em Jó até onde Deus permitiu.

Quando Jesus manda, o diabo tem que sair, tem que obedecer. Hoje Deus está dando uma ordem e satanás terá que sair do teu lar, da tua família, dos teus projetos. Deus falou e ele terá que obedecer.

No texto de Jó vemos Deus se reunindo com seus anjos. Essa reunião acontece ainda hoje. Isso porque no mundo espiritual não existe passado, presente ou futuro, só existe a eternidade. Nesta reunião Deus cobra relatório e dá ordem aos seus anjos. A diferença é que no Novo Testamento satanás nunca mais pode estar presente.

No relato bíblico, quando Deus vê satanás ali, pergunta em tom irônico: "De onde vens?" Deus sabia onde ele andava, então faz a segunda pergunta: "Tens visto meu servo Jó?" Deus é onisciente. Ele já sabia que o diabo estava ali por causa de Jó. Ele já sabia que o diabo o estava espreitando, buscando uma brecha em sua vida e não encontrava. E Jó, mesmo sem saber disso, de forma profilática, todas as noites colocava a boca no pó e santificava toda a sua casa.

Como satanás não consegue pegar Jó na terra, apela para o tribunal de Deus. É nesse momento que a Bíblia nos mostra que satanás é um burro com letra maiúscula (a primeira prova disso é que quando ele se rebelou contra Deus, perdeu o temor do Senhor, que é o princípio da sabedoria.). Deus nunca erra, mente ou se engana. Se Ele está dizendo que Jó é integro, reto, temente a Deus e se desvia do mal, é porque isso é a realidade, mas satanás quer dizer para Deus que Ele está errado, por isso o diabo é um burro.

A verdade é que quando Deus diz que Jó é integro, reto, temente a Deus e se desvia do mal, Ele não se refere à Jó antes, mas depois da prova. Aleluia!

Porque Deus às vezes permite que satanás nos toque:


1- Porque Ele acredita na nossa fé.

Deus tinha intimidade com Jó e o chama de meu. Quando Deus permite que o inimigo nos toque, Ele nos conhece e nos sonda e não permitirá que sejamos tentados além das nossas forças. E é por isso que, mesmo no meio deste vendaval você está aqui, na casa do Senhor O adorando e declarando seu amor por Ele. Deus é o teu maior fã, Ele acredita na tua fé.
2- Deus tem o maior prazer em provar para satanás, que nós servimos a Ele por amor e não por interesse.
Você nunca vai ver Deus permitindo satanás matar um crente comprometido. E, mesmo se permitisse, satanás não o faria, porque estaria promovendo o crente ao céu mais rápido e ele não quer ver ninguém indo para o céu. O diabo veio para matar, roubar e destruir aquele que não tem Jesus como o Senhor e Salvador de sua vida. Se ele tentar fazer isso com o crente é para ser derrotado. Tudo o que ele quer é tão somente te fazer murmurar. Porque a murmuração, para Deus, é como o pecado de feitiçaria.
Quando a bênção de Deus está para chegar à tua vida, satanás tenta fazer com que você murmure, para que você não receba a tua bênção.
No original, quando Deus descreve Jó, Ele o chama de 'verdadeiro adorador'. Um (satanás) tinha tudo no céu e deixou de adorar, o outro (Jó) perdeu tudo na terra e continuou adorando. Quem adora, não murmura e quem murmura, não adora. Deus disse: Jó é adorador. Satanás disse: Jó é murmurador.
Quando uma bênção muito grande estiver chegando à tua vida, satanás vai usar tudo o que tem de mais forte para te fazer murmurar. Para fazer Jó murmurar, em primeiro lugar satanás mata os animais, porque os animais eram objeto de adoração a Deus no Antigo testamento. Mas Jó não murmura e adora a Deus mesmo sem animais.
Olhando para Jó vemos duas características de um adorador:
- Ele não fica em silêncio. O silêncio é para os mortos. O adorador abre a sua boca para glorificar Àquele que é digno. "Os mortos não louvam ao SENHOR, nem os que descem ao silêncio." (Sl 115.17)
- O adorador também não abre a sua boca para murmurar.
3- Porque Ele nos mostra quem são os nossos verdadeiros amigos na hora da prova.
Mesmo satanás tentando Jó, não consegue fazê-lo pecar. Então satanás recua e os amigos de Jó entram em cena. O ser humano também pode ser mal e induzir seu semelhante ao pecado. O que satanás não conseguiu, os amigos de Jó fizeram. Acusando Jó e o caluniando. Isso também aconteceu com Jesus. Quando foi traído por Judas Iscariotes com um beijo, Jesus lhe disse: "Amigo, a que vieste?"
Hoje Deus te cinge com a armadura da salvação, esfregue o escudo da fé na cara de todos os falsos amigos que vierem te acusar.
4- Para mostrar que Ele é o único que tem o poder de reverter a situação e toda a maldição em bênção.
Deus vai reverter a tua história e reverter toda a maldição em bênção.
5- Porque Ele não que você o conheça somente na teoria, mas na prática.
Você já ouviu que Jesus é capaz de fazer o impossível, mas hoje você verá Ele fazendo isso na tua vida.
"Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos." (Jó 42.5)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário